segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

"Os sete pecados capitais do futebol revelados pelo Football Leaks", por Pippo Russo

Interessantíssimo artigo de Pippo Russo, onde é feito um resumo das revelações publicadas no último mês a partir dos documentos do Football Leaks. O original, publicado no site Lettera43, pode ser lido aqui: LINK.



Os sete pecados capitais do futebol revelados pelo Football Leaks
Paraísos fiscais. Valiosas comissões. Clubes-ponte e jogadores de cartão. Prémios milionários absurdos para os intervenientes. Import-escort. Promiscuidade. E a FIFA a lavar as mãos. Os vícios mais graves de um sistema enfermo. 

O futebol do turbo-capitalismo financeiro tem os seus pecados capitais, e o Football Leaks está a revelá-los um a um. Os documentos publicados pelo consórcio European investigative collaborations (EIC) ilustram um cenário repleto de personagens que, quando se trata de fazer sair do futebol dinheiro gerado no futebol, não poupam nenhum estratagema. O importante é atingir os objetivos, sem quaisquer escrúpulos morais. Aqui ficam os sete pecados capitais do futebol que nos permitem perceber a profundidade do vírus e o risco que existe em se tornar irremediável.


Pecado número 1: offshoring

Transferir riqueza para um paraíso fiscal é crime? Aqui está uma interrogação por responder, que dividirá opiniões entre os que defendem a inocência ou a culpabilidade de quem o faz. Mas seja qual for a vossa opinião na matéria, é um facto que o futebol recorre frequente e voluntariamente ao offshore. Se fizessemos uma lista de favoritos para a Champions League dos paraísos fiscais, a tabela seria clara: liderança isolada para as Ilhas Virgens Britânicas (praticamente sem direito a prémio pelas companhias de apostas), Jersey, Panamá, Nova Zelândia, Malta, Luxemburgo, Liechtenstein. E sem referir países que, em matéria fiscal, fingem ser normais, mas que não o são de todo, como a Irlanda, Holanda e Uruguai.

ESTRATAGEMA POUCO REFINADO. Nesta frente, a máquina organizada pelo super-agente português Jorge Mendes e pelos seus conselheiros é vasto e complexo. Mas não é particularmente refinado, como ficou a saber a empresa de advogados Senn Ferrero, chamada para controlar os danos após a intervenção dos inspetores fiscais espanhois. Foram dramáticas as trocas de pareceres legais à volta do eixo lusitano, tal como se soube pelo leak publicado pelo EIC.

As preocupações são sobretudo provenientes dos rendimentos dos direitos de imagem de Cristiano Ronaldo: 150 milhões pagos a CR7 ao longo de um período que vai de 2009 a 2020. Dinheiro enviado para offshores que está agora a ser investigado pelo fisco espanhol. E considerando a mão pesada que foi usada em casos similares pela justiça espanhola nos casos de Messi e Neymar, percebe-se o motivo da inquietação que se abateu nos escritórios da Praça Bom Sucesso, no Porto, sede da Gestifute.

O SPECIAL ONE É RECORRENTE. Os documentos publicados pelo Football Leaks contam que, entre os clientes do super-agente português, não é apenas o Bola de Ouro (será que também será depositada em Tortola?) que está envolvido num esquema de offshoring. Também estão envolvidos Ricardo Carvalho, Pepe e Fábio Coentrão. E depois, obviamente, ainda há José Mourinho. Aquele que é o “Special One” quis acrescentar uma peça ao esquema, ao abrir um trust na Nova Zelândia. Foi isto que acabou por chamar as atenções. Entre outras coisas, o homem de Setúbal é recorrente. Uma investigação anterior do fisco espanhol já lhe tinha custado o pagamento de 5,5 milhões de euros entre taxas e multas acumuladas. Por qué?

Todos os clientes da Gestifute apenas têm um elemento em comum na sua carreira: estiveram, ou estão ainda, no Real Madrid. O clube que também conta com o centrocampista croata Luka Modric. Para ele não há nada de ilhas exóticas, preferiu apoiar-se num mais próximo Luxemburgo. Aí fundou uma sociedade gerida pela mulher Vanja, e a que chamou de Ivano, como o filho. Tudo em família, para colocar os rendimentos provenientes dos direitos de imagem e pagar apenas 1% de impostos, quando teria de pagar 51% em Espanha.

À PROCURA DO PARAÍSO. Para além dos campeões do Real Madrid, existem outros com o mau hábito de andar à procura de paraísos para o seu dinheiro. Como é exemplo a história de Paul Pogba, que para usufruir dos seus direitos de imagem teve que se libertar do seu antigo agente Oualid Tanazefti. Passando para os cuidados de Mino Raiola, o ex-jogador da Juventus viu os seus direitos de imagem serem transferidos do Luxemburgo para Jersey.

Entre quem paga esses direitos está também a Adidas, que parece não ter tido quaisquer problemas em mudar o destino do dinheiro no momento de fazer o pagamento. No caso do centrocampista argentino Lucho Gonzalez, a marca das três listas enviou o dinheiro para o Panamá: três pagamentos de 50 mil euros feitos entre 2010 e 2012. E entre tantos futebolistas com o vício dos offshores, destaca-se uma exceção. A de Karim Benzema, o bad boy do futebol francês.

KARIM, O "PATRIOTA FISCAL". Deixado de fora da convocatória pelo selecionador Didier Deschamps no Euro 2016 por causa do escândalo do vídeo de cariz sexual (com chantagens à mistura) de que foi vítima o companheiro de seleção Mathieu Valbuena, Benzema comportou-se de modo oposto em relação aos outros jogadores do Real Madrid citados anteriormente. Os seus rendimentos derivados dos direitos de imagem foram pagos a uma empresa chamada Best of Benzema, com sede legal em França, com taxações normais para os países europeus. Por isto, o site Mediapart, um dos parceiros da EIC, ajudou a recuperar a imagem do jogador chamando-o de "patriota fiscal".


Pecado número 2: hiper-intermediações

No mundo do futebol parece cada vez mais comum que existam negócios que têm, como único objetivo, gerar o pagamento de intermediações. Isso confirma-se, dando uma espreitadela aos documentos revelados. Um dos casos em que o Espresso, parceiro italiano do EIC, centrou as suas atenções foi a do centrocampista espanhol Rubén Pérez del Mármol. Esteve seis meses no Torino, na primeira metade da época 2014-15, sendo depois, em janeiro de 2015, devolvido ao Atletico Madrid, que imediatamente o pôs a rodar por empréstimo no Granada (clube agora controlado pela família Pozzo, também proprietária de Udinese e Watford).

NADA PARA ALÉM DE COMISSÕES. Os adeptos grenás dificilmente se recordarão da sua passagem pelo clube, já que o médio participou apenas seis partidas, sempre como suplente, num total de 92 minutos jogados. Bem, por esses 92 minutos o Toro de Urbano Cairo pagou 500 mil euros, depositando o dinheiro numa conta corrente de Vaduz, Liechtenstein. Poucos dias depois, uma parte desta verba (125 mil euros) voltou para Itália, tendo como destinatário a sociedade Agb, do agente Giuseppe Bozzo. Tudo isto, no contexto de um negócio com vários indícios a apontar para a Doyen Sports Investments, o fundo com sede legal em Malta. Mais uma para a série: nada para além de comissões.


Pecado número 3: os clubes-ponte e os jogadores de cartão

Um dos mecanismos preparados pelos protagonistas da economia paralela do futebol é o das transferências de jogadores através de clubes que se tornam proprietários dos passes sem que algum dia os vejam passar por lá. Falamos, neste caso, dos bridge clubs (clubes-ponte) e dos jogadores de cartão. Esta última designação foi utilizada pela revista The Black Sea, a propósito da alvunha dada aos jogadores que passaram pelo controlo do Apollon Limassol, clube ligado ao super-agente israelita Pini Zahavi e ao mais hábil dos seus alunos, Fali Ramadani.

IMPLICADA A FEDERAÇÃO SERVIA. O artigo assinado por Costin Ştucan e Michael Bird menciona os seguentes atletas: Luka Jovic, Mijat Gacinovic, Andrija Zivkovic, o napolitano e ex-torinista Nikola Maksimovic, Nikola Aksentijevic, Marko Pavlovski e Cristian Manea. E à volta destas movimentações a partir do Apollon se entrelaça uma densa teia que implicam figuras como o ex-presidente da federação sérvia Zvezdan Terzic, o advogado israelita Ehud Shochatovitch (que trabalha para Pini Zahavi), e ainda duas empresas com sede legal no Canadá e Delaware (USA), proprietárias dos direitos económicos de Gacinovic.


Pecado número 4: rentabilidade obrigatória

Há uma secção do Football Leaks a que todos se rendem perante as evidências: o futebol nunca mais voltará a ser o que era. Isto, com respeito às cláusulas absurdas que garantem aos jogadores determinados benefícios económicos suplementares, apenas por fazerem aquilo que não é mais do que a sua obrigação. E, por vezes, nem isso, sequer. Por exemplo, o Tottenham Hotspur paga ao guarda-redes francês Hugo Lloris um prémio por jogo em caso de vitória (7 mil libras), mas também em caso de derrota (3.500 libras).

Nesta frente, quem se demonstra um fora-de-série na imposição de cláusulas bizarras aos clubes é Mino Raiola. O contrato entre o seu cliente Mario Balotelli e o Liverpool previa um prémio de 1 milhão de libras no final de cada época caso o jogador tivesse demonstrado uma boa conduta. E no que consiste esta boa conduta? Em não ser expulso mais de três vezes durante a época, e em não cuspir nos adversários, por exemplo.

NEY E OS AUTÓGRAFOS DE OURO NOS CROMOS. A Neymar, o jogador brasileiro do Barcellona, a editora Panini pagou 50 mil dólares para colocar a sua assinatura em 600 cromos. Isto resulta em cerca de 83 euros por cada autógrafo. Também notável é a cláusula que diz respeito a Sergio “El Kun” Aguero: por cada 15 golos marcados com a camisola do Manchester City, o Atletico Madrid (sua ex-equipa) encaixa 250 mil euros.


Pecado número 5: import-escort

O que terá sucedido naquela noite em Miami, em que o CEO da Doyen Sport Investment, Nélio Lucas, decidiu organizar uma noite picante em benefício de Adriano Galliani e do presidente do Real Madrid, Florentino Perez, para vender o futuro interista Geoffrey Kondogbia? Quem saber?... Obviamente que os diretamente envolvidos o negam, mas sobram as embaraçosas trocas de mensagens WhatsApp entre o próprio Nélio Lucas e Arif Efendi, outro personagem de destaque do fundo.


Pecado número 6: promiscuidade

No mundo da economia paralela do futebol são muitas as personagens com a capacidade de agregar figuras cujo perfil aconselharia que se mantivessem separados. A promiscuidade impera. E nesta frente, quem poderá servir melhor de exemplo do que Jorge Mendes? Do Football Leaks, ficámos a saber os interesses comuns com o proprietário do Monaco, o oligarca russo Dmitry Rybolovlev. É dele metade do fundo Browsefish (registado no Chipre e especializado na aquisição de percentagens de jogadores do seu Monaco), cuja ação gera uma grande interrogação: quem compra, quem vende e quem ganha com tudo isto?


Pecado número 7: inércia
Mas perante todas estas revelações, qual é a reação de quem governa o futebol? Quem fez uma boa síntese (por assim dizer) foi Gianni Infantino, presidente da FIFA. Que, ao ser entrevistado pela Mediapart, respondeu com uma série de "vamos ver", "vamos refletir", "vamos analisar". E quando lhe perguntaram sobre o que sucedeu na FIFA ao longo dos últimos anos, respondeu: "Não estava lá". Agora que está, parece que dorme.


29 comentários :

  1. Ponto 7, a explicação é que quem manda come do bolo e daí toda essa inércia. Ao longo de todos estes anos após o aparecimento dos agentes desportivos, ditos empresários, o que acontece? Estes estão cada vez mais ricos e milionários, os jogadores auferem cada vez mais dinheiro e os clubes estão cada vez mais falidos. E isto acontece porque a FIFA, a UEFA e as federações não intervêm criando regras que protejam os clubes que são a razão porque estás organizações existem.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas há um clube em Portugal que conseguiu nitidamente inverter a tendência do endividamento cada vez maior... ao correr com esta escumalha putrida e obscura...

      Seria caso para oferecer o brinde do bolo rei a quem conseguir advinhar... em especial a algum lampião residente neste blogue.

      Eliminar
  2. Infantino não parece interessado em varrer todo este lixo... portanto o sistema mudou de cara mas não de rumo.

    são já vários os pontos de contacto entre o benfica e esta máfia de leste nas transferências de jogadores. O benfica é hoje confirmadamente um clube ponte portanto não tem qualquer personalidade jurídica. A dúvida é saber se é uma prostituta do futebol das comissões a troco de nada - o DSO já disse que o benfica contratava jogadores sem nenhum interesse desportivo neles, apenas para os revender e ganhar dinheiro - ou se é um clube de recuo para onde são levados estes pseudo-jogadores antes da grande transferência fictícia para se fazer caixa em comissões com distino a uma ilha bananeira. Como as contas estão sempre negativas o mais certo é não receber nada.

    o porto dispensa comentários... basta ver o estado das suas contas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e ninguém fala sobre as vendas do Lindelof e do Semedo ?? De tanto milhão, sobrou um não eheh Nem mesmo com a ajuda da nossa "CS" vendida aos interesses do costume, e que se mostra especialista em fabricar talentos e clubes interessados nas pérolas do Seixal eheh Se fosse em Alvalade, lá se estava a pedir a demissão do mesmo de sempre !!! e nos pasquins cá do burgo....nada .

      Eliminar
  3. a federação sérvia devia ser imediatamente suspensa pois não há neste momento nenhuma credibilidade nos registos de contratos que emite...

    e sobre a federação portuguesa, os clubes envolvidos nesta lavagem também terão de ser suspensos das competições que a uefa organiza.

    ResponderEliminar
  4. Em resumo: os clubes basicamente pedem empréstimos a juros altíssimos. Os bancos não são os bancos, mas sim os agentes e os jogadores. Clubes: um bolha gigante como já se viu em outras realizades. O preço: falência.

    Não é possível sustentar um clube a perder sempre 20/30% em cada transferência. Nenhum clube pode sobreviver desta forma.

    ResponderEliminar
  5. Boa frase: empresários e jogadores cada vez mais ricos, clubes cada vez mais depauperados.
    Mas será que este Pippo Russo (se estiver cheio só pode ser de vodka) já ouviu falar na Traffico?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calma jovem...
      A procissão ainda vai no adro.
      Não vale a pena ficares já melindrado. Muito há, ainda, para contar.

      Eliminar
  6. plenamente de acordo consigo mestre...

    só pertencem ao benfica os direitos de inscrição do jogador rafa silva... os direitos economicos pertencem ao monaco.

    os 20 milhões são mendilhões, não existem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estás a dizer que afinal o Rafa Silva foi comprado pelo Mónaco e imediatamente emprestado ao carnide?

      Epà e o "mais tabaco" não soube de nada nos bastidores? lol

      De qualquer maneira a rodagem por vários clubes a preços sempre crescentes serve para valorizar um jogador até que um incauto o pegue... É só Mendilhões basicamente...

      Muitas vezes a coisa não resulta, mas não há problema, segue-se uma venda por 1€ para lavar qualquer dinheiro a sério que exista como prejuízo para uma entidade qualquer.. geralmente um clube satélite.

      Eliminar
    2. O problema é se isto não é "concorrência desleal", logo corrupção, então não sei o que é corrupção (talvez dolo sem intenção!)...

      Assim até um Tondela qualquer poderia ter super-craques, sem à partida ter a mínima condição para os ter, e tudo feito de maneira mais que intencional para os beneficiar. (desde que depois joguem em favor do senhor é claro... se não 'o manto protector levanta-se' e arriscam-se a ir parar à 2a liga. )

      Eliminar
    3. Mestre temos que pôr os 7 pontos no devido contexto legal

      * fuga ao fisco
      * lavagem de capitais de origem incerta e mais que nebuloda e escura
      * aberrante conflito de interesses em qualquer matéria desportiva
      * lenocínio
      * favores e facilitação a practica de crimes(supracitados)
      * participação activa em negócios que visam claramente prejudicar terceiros
      * enriquecimento ilícito

      ... se um tipo decente não se vomitar todo cá fora para não sujar o recinto, então entre episódios gastricos sempre pode assistir a um filme de "Onde é que para a Polícia" (na comitiva de honra de apoio à candidatura de LFV talvez) para elevar os níveis de bom humor..

      Eliminar
    4. As implicações criminais de várias destas questões são óbvias. Aqueles que fugiram ao fisco em Espanha dificilmente escaparão. Os outros vão beneficiando do facto de agirem em países cuja justiça é uma fantochada...

      Eliminar
  7. 100 por cento de acordo com o artigo.

    ResponderEliminar
  8. https://geracaobenfica.blogspot.com/2017/01/exclusivo-sporting-com-6098m-de-passivo.html

    Artista, já viste esta?
    Eu sempre disse que o caminho que o Sporting percorre nos dias de hoje, is a dangerous one.
    Vocês decidam como quiserem em Março.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é mais do mesmo. E o "acesso exclusivo"? Valha-me Nossa Senhora...

      Eliminar
    2. Altera o nick de jorge80 para pombocorreio. Se queres transmite isto:

      a) posts do venfique: media se comentarios 15-25. Posts do Sporting Clube se Portugal- mais de 60.

      b) o benfica eagle NUNCA publica os meus posts em que desmascara os seus contos de fadas para venfiquistas. Mas gosta de publicar aqueles que ofendem mostrando que os comentários foram censurados.

      c) para essa personagem, o Sporting está falido. E são todos aldrabões. Os bancos, as entidades reguladoras, a UEFA - que há 2 anos elogiou o trabalho de recuperação ao nível da gestão. O clube saiu do incumprimento do fair play financeiro sabe-se lá porquê.

      d) mistura contas de balanço com contas de demonstração de resultados. Joga com projecções de custos mas esquece-se de projectar receitas. Pois, as vendas record não entram nas contas porque... ninguem sabe porque.

      e) são uns malandros, não pagam juros. Mas as vendas são para compensar o pagamento baixo de juros. Mas não pagam juros. Mas as vendas nao contam para as contas do clube. Nem têm que ser contabilizadas nem nada.

      e) tem a lata de falar em relatorios consolidados quando o VENFIQUE não o FAZ! Ou achas que um mapa em excel enviado para o expresso conta?

      Finalmente vou-te dar a bomba: o Bruno de Carvalho vai vencer as eleições e terás mais 4 anos de terror: denuncias de corrupção, pagamentos a clubes fantasmas no continente sul americano, etc.

      Eliminar
    3. Epà, tu vais votar em março jorgenQI80 ?

      É porque é deveras hilariante ver ferrenhos lampiões tão preocupados com o Sporting e as suas contas...

      Contas essas que são sempre *consolidadas* (inclui tudo no grupo ao contrário do carnide) e têm sempre valores substancialmente inferiores ao que depois lampiões apresentam em matéria de passivos...

      Sugiro desde já a todos os lampiões interessados a formação duma comissão para apresentar o pedido duma auditoria forense às contas do grupo Orelhas & Mendes... ERR... do grupo Sporting é claro (MAS JÁ NÃO FOI FEITA??. COM MUITOS LAMPIÕES A DIZER QUE NÃO DEVIA TER SIDO FEITA!! ).. pois de auditorias forenses o grupo Orelhas & Mendes já está farto (apsar de ter feito zerinho, nada nadinha até agora)... e toda a gente (orcs) sabe que LFV é santo e super honesto (nunca roubou um camião na vida)... e o BdC é um demónio quezilento e desonesto lol... e realmente é preciso um QI de 80 ou abaixo psra apreciar isto tudo correctamente e na plenitude!

      Eliminar
    4. nós contratamos jogadores sem termos neles nenhum interesse desportivo...

      depois dos vouchers - cujo cupão cortesia apesar de insignificante já não está no kit - o nível subiu...

      agora vamos ter um hotel temático.

      e terá fruta para dormir?

      Eliminar
    5. Onde é que anda essa informação no site do SCP? Parece-me que desde que o BdC tomou posse esses numeros deixaram de estar disponiveis... e os numeros da auditoria que ele pediu serviram apenas para levar anteriores presidentes aquele "tribunal" de chachada onde levou banho do Godinho Lopes!

      Alguma coisa a dizer sobre os mais de 600M de passivo + vmocs? Constava, pelo que dizia o BdC, que o SCP era o clube dos grandes com menor passivo e aquele que estava com melhor saude financeira. Ora, afinal a participação do clube na sad diminuiu 20%, o passivo subiu mais 100M (e só não subiu mais porque a participação diminuiu) e as vmocs aumentaram.

      Eliminar
    6. Consegui ler a peça do jorgen80.. e longe de me considerar um expert em contabilidade, apsar de trabalhar no ramo... é um grande WTF!.. já não vou conseguir dormir hoje! lol

      Primeiro de tudo é as perdas!!! Imagina que tens um carro como valor, oh jorgen, em 2013 perdes 100% do carro como valor, portanto não sobrou nem uma porca para amostra... mas em 2015 perdes outra vez 100% do mesmo carro, isto é 100% de zero = zero!, a menos que consigas provar que existe mais que uma SPM e SGPS, é exactamente o que a peça lamp sugere (deve ser contas à Orelhas) e logo aos milhões lol

      Depois tens os "fundos financeiro" que ao contrário do teu clube serve para pagar passivo e vem da reestruturação financeira. É certo que contabilisticamente, é considerado passivo pois é como se fosse uma provisão especial, mas não tem nada a ver com gastos e ou perdas.. se me estou a fazer entender.

      Depois as VMOCS NÃO SÃO PASSIVO, o próprio nome ajuda não é preciso coçar a cabeça, entidade nenhuma perderia a maioria do *capital* se fosse passivo... aumentou sim porque os acordos para manter as VMOCS captivas nos 55 milhões-> que serão CAPITAL PRÓPRIO LOGO ACTIVO, mais encargos mais uma linha de crédito até 60 milhões (caso se queira comprar jogadores caros sem recorrer aos mendes desta vida e outras coisas) fazem cerca de 130 milhões a **10 anos**... mas também não quer dizer que o Sporting vá ter que pagar tudo isso, muito menos a curto ou muito curto prazo, somente que essa *CONTA CORRENTE TIPO CAUSIONADA* existe...

      Por último mesmo que fossem 600 milhões(não são nem de perto ) ... Oh meu deus que TRAGÉDIA que DEZGRAÇA, nenhum Sportinguista aqui e pelo mundo fora onde são mais que lampiões.. sim jorgen diz o que quiseres toma Rennie kompensan, mas existem mais Sportinguistas no mundo que lampiões, o Sporting é um dos clubes mais internacionais do mundo... Vai conseguir dormir hoje!

      ... o problema é que os lamps só vêem ou só querem ver um dos lado da medalha... Os ACTIVOS são sempre subvalorizados por todos os clubes para evitar pagar dividendos mesmo nos anos melhores... no Sporting então é ridículo... SÓ o valor da cidade Sporting quando estiver tudo concluida(estádio pavilhão lojas restaurantes, campos), em terrenos NOBRES de lisboa, vale muito mais que 600 milhões e mais que o carnide conseguiria com semelhante em carnide (por isso o pessoal goza com carnide, não é só desprezo)... e é a razão porque deram ao Sporting tão favorável reestruturação financeira que os calimeros de Carnide tanto se queixam e queixaram e não para nunca... Não foi de certeza por causa dos olhos do BdC

      Agora o carnide deve ~500 milhões só do futebol, pela boca do Orelhas... o que sem auditoria forense é mesmo para QI 80... e significativa parte é a curto prazo, muito curto como os empréstimos obrigacionistas, e não têm nada a 10 anos... têm é : não pago agora porque sou do Venfica, e va-se queixar à polícia para ver, o mendez já deu luvas no parlamento para pagarem todos os portugueses, pois o Venfica como instituição dos mitos fanfarras vaidades e mania das grandezas, é ímpar no mundo, um verdadeiro tesouro nacional que todos devem ter a obrigação e o dever de se chegar à frente para a manter LOL (nem um Salazar se conseguiria lembrar de tal esquema).

      Eliminar
    7. Jorgen80 mesmo considerando que todos os documentos que apresentam são verdadeiros está lá e destacado... Não é preciso inventar nada a 30 de Junho de 2016 o passivo é de 216.807 + a reserva relativo a SGPS de 265.115 = 481.922 CONTAS CONSOLIDADAS (se calhar menos que o Venfica só para o futebol)

      Agora a reserva NÃO É REPROVAÇÃO, significa que o que o Sporting fez não é ilegal, nem está incorrecto dum ponto de vista técnico.

      A SGPS foi um brain-child do Roquette, era suposto ser autónoma, era suposto até ter a maioria do capital de todas as empresas do grupo com o Sporting Clube com uma pequena participação e a emprestar o nome... provavelmente encheu-se de lixo tóxico como todas as financeiras... e se já está kaput há tanto tempo, porquê que ainda não foi liquidada!?

      Não é líquido que o Sporting Clube tenha que pagar esses 265 milhões se algum mais.. de qualquer forma NA PIOR das hipóteses o passivo são 481 milhões... em 2017 podes tirar 70 milhões a isso(não foi a tempo em 2016).. a dívida real é mais baixa, pois provisões para pagamentos no futuro têm o condão de duplicar esses valores no passivo.

      Onde vocês foram buscar 609 milhões quando os papéis que apresentam dizen claro e inequívocamente 481,só pode ser à lampião mesmo.

      Na melhor das hipóteses (com reserva) o Sporting só deve agora 216 milhões, boa parte a muito longo prazo, e 2017 vai vir bem abaixo dos 200... pa i 3 a 4x menos que o carnide.

      Outra coisa para comparares com o Godinho, a intenção da Rábula é óbvio, em 2013 tinhas capitais próprios negativos de 119 milhões, uma barbaridade que -> falência... e nestes 3 últimos anos tens tido capitais próprios positivos excepto neste último por causa da doyen e por causa que as vendas do JME E SLI não foram a tempo de entrar em contas.

      Eliminar
    8. Apenas transmiti informação. Não se exaltem.

      Eliminar
  9. BRUNO DE CARVALHO: «QUANDO FALTA UM EURO A PESSOA TIRA DO BOLSO PARA NÃO TER PROBLEMAS COMIGO»

    Lol
    Inacreditável, se não fosse mesmo verdade, este "adoro o circo e o palhaço pobre"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves adorar os circos nas caixas de bancos e super-mercados etc, então...

      É porque é exactamente isso o que eles fazem (os caixas).

      Mas para mim o problema é que provavelmente tu não sabes ler...

      Eliminar
  10. O problema é que da CS portuguesa nem uma palavra a sério, no sentido dum verdadeiro jornalismo de investigação.

    Limitam-se a entrevistas inócuas e inconclusivas, e a um ou outro documentário envolvendo figuras terciários que gravitam à volta, nem sabem eles bem quem.

    O que alivia a coisa é programas cómicos como a Liga da Inverdade, cujos critérios são deveras hilariantes! lol

    ResponderEliminar
  11. Começamos logo mal... "Transferir riqueza para um paraíso fiscal é crime? Aqui está uma interrogação por responder, que dividirá opiniões entre os que defendem a inocência ou a culpabilidade de quem o faz. " -> Felizmente há muito tempo que deixamos de decidir o que é crime ou não com base na opinião. Transferir riqueza é crime quando desrespeita a lei. Ponto final. A minha opinião, a do Russo ou seja de quem for... é irrelevante para a questão.

    Não percebi o último exemplo das clausulas. Que tem a Panini a ver com isto? Que a FIFA, ou pelo menos a UEFA, ou seja quem for regule as clausulas em contratos de futebol professional parece-me não só fazivel como desejavel, se for permitido pela lei do trabalho.

    Agora, como raio vai uma federação de futebol, ou conjunto de federações, regulamentar as clausulas dum contrato de publicidade? Da Panini, Linic, Adidas, whatever? Num mundo pós-Bosman isso durava quanto tempo antes de ir parar aos tribunais?

    ResponderEliminar